this is an h1

this is an h2

Wed Jun 12 11:14:48 BRT 2024
Organização | GESTÃO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE
Jornada MEI: "Sem competência, não se estabelece" - Significado

Ser competente é indispensável para empreendedores de sucesso e exige uma combinação de conhecimentos, habilidades e atitudes.

Foto do autor

Jornada MEI

· 10/06/2024 · Atualizado em 12/06/2024
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Competência é definida no dicionário como capacidade de resolver determinados problemas ou exercer certas funções; aptidão para um área de atividade específica. Descobrir onde se é mais competente é o passo inicial para escolher o caminho ideal para alcançar sucesso nos negócios. 

No universo dos negócios, o conjunto de competências deve estar alinhado à estratégia. Cada segmento, organização e função requer competências específicas, além das gerais, comuns a todos eles. Essas características que compõem o perfil profissional são chamadas de hard skills e soft skills. 

- Hard skills são competências relacionadas à capacidade técnica e funcional, compreendendo cursos, treinamentos e capacitações.

- Soft skills são competências relacionadas ao modo de se comportar do profissional e à sua porção mais humana, ou seja, os seus relacionamentos interpessoais e a forma de lidar com o trabalho e as outras pessoas.

O ideal é chegar ao equilíbrio desses dois tipos de competências para que se consiga qualificar e potencializar capacidades.

Algumas características desejáveis em boa parte dos recrutamentos das empresas são:

  • Organização.
  • Trabalho em equipe.
  • Liderança.
  • Criatividade.
  • Proatividade.
  • Comprometimento.
  • Inteligência emocional.

Competências que são muito importantes e funcionam em vários contextos podem ser chamadas de essenciais, pois são imprescindíveis para o bom funcionamento do seu negócio.

FAVORITAR
Botão favoritar

CHA: a fórmula da competência

A competência apenas é útil se gera algum resultado. De nada adianta ser ótimo em algo se essa atividade não estiver atrelada a uma ação voltada à realização. 

Você pode ser ótimo em se comunicar de forma assertiva. Mas, para que essa capacidade possa ser considerada um indicativo de sucesso empresarial, ela tem que se reverter em negociações bem sucedidas, contratos assinados etc.

Assim, entendemos que competência é uma capacidade que entrega valor concreto para a empresa. Em outras palavras, consideramos que uma pessoa é competente quando ela consegue fazer algo concreto que traga resultado para ela ou para a organização. 

A competência compreende três pilares que formam o CHA (conhecimento, habilidade e atitude), um conceito usado até mesmo pelas grandes empresas: 

  • Conhecimento: saber os conceitos envolvidos em fazer - é o saber teórico.
  • Habilidade: dominar a forma de fazer acontecer algo na empresa - é o saber prático, como saber operar um sistema.
  • Atitude: conseguir agir de forma a obter resultados, isto é, ter um comportamento que proporcione ganhos.

Quando o profissional consegue unir esses três pilares em sua formação, sendo empresário ou colaborador, seu desempenho será sempre mais eficiente. 

Por esse motivo o CHA é tão importante para nortear a formação profissional. São critérios que o empresário deve perseguir tanto para si quanto na hora de contratar um colaborador.

Vejamos um exemplo: uma pessoa que atua em vendas tem a competência de vender bem. Essa competência reflete em volume de vendas para a empresa. Assim, sempre que ela exerce bem sua competência e a empresa vende seus produtos, essa habilidade resulta em algo concreto e real. 

Para vender mais e melhor, ou seja, aprimorar sua competência em vender bem, é possível:

  1. Aumentar seu conhecimento: aprenda mais sobre os produtos que vende e sua utilidade ou sobre técnicas de venda que possam ser mais eficientes.
  2. Melhorar sua habilidade: treine as técnicas de vendas que tenha aprendido e experimente argumentos que melhorem sua venda.   Aprimore suas técnicas de pós-venda na prática, incrementando sua habilidade.
  3. Apresentar uma atitude de melhoria contínua: pergunte para outros colegas sobre seu desempenho, pedindo feedback ou até mesmo para os colegas ensiná-lo sobre usos do seu produto.

Agindo dessa forma é possível melhorar sua competência, vender melhor e trazer melhores resultados para si e para a empresa. O ideal é trabalhar os três aspectos ao mesmo tempo, estudando e aumentando seu conhecimento teórico, testando seus conhecimentos, colocando-os em prática e dispondo de comportamentos que vão colaborar para sua eficiência. É assim que sua competência é desenvolvida!

FAVORITAR
Botão favoritar

Descubra o seu Círculo de Competências

O megainvestidor Warren Buffet chama de Círculo de Competências um diagrama que compreende o que você faz bem e deixa de fora as atividades nas quais você tem mais dificuldade. Para obter esse desenho, faça o seguinte:

→  Desenhe um círculo e escreva dentro dele todas as coisas em que você é bom (habilidades, aspectos positivos da sua personalidade, hobbies).

→  Escreva fora do círculo todas as atividades nas quais você não é bom.

→  A seguir, remova aquelas atividades em que você é razoável, nem muito bom nem muito fraco.

→ Continue fazendo isso até obter de 1 a 3 palavras dentro do círculo e de 1 a 3 fora dele.

→ Esse é o seu Círculo de Competências.

Para saber mais, conheça:


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora

Posso ajudar?