this is an h1

this is an h2

Thu Sep 08 15:47:17 BRT 2022
Finanças | FLUXO DE CAIXA
Fluxo de caixa para MEI: aprenda a controlar as finanças

A forma do controle de caixa vai variar de acordo com a necessidade do seu negócio, podendo ser sistematizada de forma diária, mensal ou anual.

· 03/06/2019 · Atualizado em 08/09/2022
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar
O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é uma estrutura gerencial que deve apresentar os recebimentos, os pagamentos e as despesas periódicas que ocorreram no período apurado, para que seja possível organizar as contas e antecipar problemas de ordem financeira.

Além de manter o controle correto do dinheiro que entra e sai, o fluxo de caixa melhora o planejamento e auxilia o MEI nas tomadas de decisão, como:

  • Compra de novos equipamentos.
  • Aquisição de insumos para a fabricação de produtos.
  • Fretes e logísticas de transporte.
  • Pagamento de funcionários.
  • Regularização de impostos diversos.
  • Despesas fixas ou variáveis mensais.
  • Custos de infraestrutura e manutenção.

 

Para ter certeza de que suas contas estão representando a realidade da sua empresa, não deixe nenhuma despesa de fora, mesmo as que parecem não ter importância.

Mantenha a sua empresa no azul com as dicas Sebrae

Reduza despesas: é muito provável que haja despesas que podem ser cortadas ou, no mínimo, reduzidas. Ao fazer uma análise cautelosa das saídas e dívidas, será possível pensar em alternativas, como redução do consumo de energia elétrica ou negociação do saldo devedor de empréstimos e financiamentos. Avalie também a situação dos seus fornecedores para negociar um valor melhor.

Aumente a quantidade de vendas ou serviços: em alguns casos, é possível que o plano de vendas não esteja sendo implementado da melhor forma. Investir em estratégias de marketing pode ser uma solução nesse caso.


Avalie seu produto e público-alvo: verifique se você está se comunicando adequadamente com seu público-alvo. Estude se o produto ou serviço está de acordo com o que ele espera e se o preço está acessível para essas pessoas. A precificação, embora gere dúvidas ao empreendedor, é fundamental para destacar seu negócio no mercado.

Inclua, no fluxo de caixa para MEI, duas informações valiosas: o saldo inicial somado aos recebimentos (seja por meio de vendas à vista ou a prazo, empréstimos de natureza diversa contraídos, entre outras modalidades de recebimento de receita); e o saldo inicial menos os pagamentos realizados (despesas fixas e variáveis, salários de funcionários, impostos e outras contribuições sociais, fornecedores etc.).

Muitas vezes, uma pequena despesa feita várias vezes no mês pode representar um valor considerável quando colocada na ponta do lápis.

Por fim, também deve constar o saldo final, no qual serão descritas as estimativas dos valores a receber futuramente, além da receita bruta disponível em caixa.

Saiba mais

  • Com as despesas e entradas estruturadas, fica mais fácil ter um panorama da saúde financeira da empresa, não é mesmo? Além disso, esse processo facilita a decisão de corte de gastos e informa se você precisa investir mais em marketing e vendas.
  • Pensando nisso, o Sebrae disponibiliza uma planilha prática para que o fluxo de caixa para MEI seja realizado de forma eficiente. Clique aqui e tenha acesso.
  • Entenda, no curso sobre fluxo de caixa, como cuidar da saúde financeira do seu negócio controlando entradas e saídas e fazendo projeções de ganhos e gastos.

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora

Posso ajudar?