this is an h1

this is an h2

Thu Oct 13 16:14:19 BRT 2022
Empreendedorismo | MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL
Oportunidades para o MEI: juventude empreendedora

Neste artigo da série Oportunidades para o MEI, veja como o perfil do empreendedor está cada vez mais jovem.

· 26/09/2022 · Atualizado em 13/10/2022
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Se você não vendeu ou não conheceu quem vendeu brigadeiro para colegas de classe no ensino médio, volte duas casas, pois você não viveu essa fase direito. Brincadeiras à parte, seja por hobby, para ganhar um dinheirinho a mais ou pelo sonho da independência financeira e do protagonismo da própria vida, o fato é que os jovens estão começando cada vez mais cedo a empreender: são quase 2 milhões de pequenos negócios geridos por empresários menores de 24 anos no Brasil, sendo que a esmagadora maioria deles ainda não está formalizada, de acordo com os dados divulgados pelo Data Sebrae.

São muitos os fatores que favorecem quem tem o perfil de jovem empreendedor, como a facilidade para usar redes sociais e smartphones, a disposição e a criatividade. Por outro lado, a falta de proximidade com o mercado e a pouca experiência comercial são dificultadores. 

Num mercado dinâmico e competitivo, ideias diferenciadas requerem coragem e qualificação para serem implementadas. Nesse sentido, um fator motivador seria o estímulo dos jovens às boas práticas de empreendedorismo desde cedo, para que compreendam os seus primeiros passos e vivenciem momentos de prática comercial nos estágios e nos cursos de capacitação.

É importante destacar que muitos jovens têm investido no empreendedorismo pela necessidade de se colocar no mercado. Assim, é fundamental saber que a formalização como MEI (Microempreendedor Individual) colabora para que o pequeno empresário se conecte melhor ao mercado, obtenha renda e lucro, consiga bons contratos comerciais, tenha um tratamento especial com taxas baixas de tributos e juros para concessão de linhas de crédito e possa participar de processos licitatórios.

Outra grande vantagem que a formalização traz é permitir que o jovem MEI tenha um processo simplificado de contribuição que lhe garante alguns direitos, como auxílio-doença, auxílio-maternidade, e futuramente, aposentadoria.

A importância da educação empreendedora

Além da formalização de um negócio como MEI, quem decide seguir as trilhas do empreendedorismo desde cedo precisa desenvolver a cultura da capacitação e ter ideais e propósitos que façam, de fato, o jovem se sentir sensibilizado, preparado e empoderado para o alcance de seus objetivos pessoais e profissionais.

O Sebrae é o parceiro certo para acompanhar você nessa jornada empreendedora. Jovem, invista na sua capacitação e no futuro da sua carreira. Descubra os cursos que abordam a temática da juventude empreendedora nos links a seguir.

Aprender a empreender

Bora empreender

Empreendedor de sucesso


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora