this is an h1

this is an h2

Fri Apr 21 11:57:15 BRT 2023
Mercado e Vendas | MARKETING
Marketing de Influência vai além dos grandes creators

Marketing de influência diz respeito a pessoas que moldam comportamentos e decisões de outros consumidores.

· 27/02/2023 · Atualizado em 21/04/2023
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Já pensou em contratar um influenciador digital para mostrar a experiência com a sua marca? Ou, quem sabe, há um talentoso produtor de conteúdo trabalhando com você?

Vamos entender por qual motivo o mercado de marketing de influência cresce tanto no Brasil. Quem nos explica é a professora Paula Bento, head de Educação na YouPix, palestrante e mentora em Marketing Digital. 

O marketing de influência não se restringe aos influenciadores digitais famosos. O empreendedor precisa reconhecer o ambiente de influência como algo próximo da sua realidade. O seu cliente ou colaborador pode ser um influenciador da sua marca. 

Porque o marketing de influência nada mais é do que pessoas que estão indicando e moldando comportamentos e decisões de outros consumidores. Por isso, o empreendedor deve mapear os influenciadores que têm relação com a sua área de atuação e que o seu cliente está seguindo. 

Essa é uma estratégia de mercado. Como o influencer ou creator traz tendências, mostra o que as pessoas estão falando ou usando, é importante ter esse mapeamento, não apenas quando se deseja contratar, mas para se manter atualizado. 

E, no contrato feito, não basta assinar e realizar os pagamentos. É preciso existir uma co-criação entre creator e o empreendedor. Imagine a situação: você entrega um briefing é um contrato pedindo dois stories e uma presença em evento. 

O creator, que conhece sua audiência, pode dizer que seria melhor fazer reels, já que é o que o público dele mais consome. Essa conversa é uma co-criação. Empreendedor e creator podem definir juntos a estratégia e um colaborar com o outro. Não, apenas, manter uma relação de contrato. 

Na economia digital, é preciso sair um pouco da dinâmica de concorrência e ir para a coopetição. Todo mundo compete no ambiente de influenciadores. Isso é natural.

Mas, é possível cooperar e atuar em comunidade também nesse espaço. Não é um mercado de influência, mas um ecossistema, que envolve diferentes atores: creator, marca, agência, colaborador, entre outros.

Pense no marketing de influência como esse ecossistema de colaboração e não, apenas, como uma estratégia distante e voltada para celebridades. A troca de conteúdo e experiências pode gerar influência e engajamento do seu cliente. 

Por isso, invista na capacitação dos seus colaboradores para proporcionar a melhor experiência para o seu cliente. Esses dois atores, colaboradores e clientes, podem ser os seus primeiros influenciadores. 

Paralelamente a essa estratégia, faça o mapeamento de quem os seus potenciais clientes estão seguindo. Assim, você pode iniciar uma relação de proximidade e colaboração com os creators do seu segmento.

Artigo escrito a partir do podcast O Negócio é o Seguinte: Marketing de Influência.

Para saber mais, leia os textos a seguir:

Como gerenciar o seu negócio de influenciador digital

Influenciadores digitais se destacam como oportunidade de negócio

FAVORITAR
Botão favoritar

 

Participe das comunidades temáticas Sebrae no Telegram.



O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora