this is an h1

this is an h2

Wed May 17 21:36:45 BRT 2023
Inovação | CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
O controle do tempo

A utopia é o que move o ser humano. A literatura ocidental está repleta de exemplos.

· 18/04/2023 · Atualizado em 17/05/2023
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

O sonho mitológico de Ícaro, que queria voar, é um deles. Ele e o pai, Dédalos, estavam presos em um labirinto. Para fugir, construíram asas com cera de abelha e penas de aves. O invento funcionou para tirá-los de lá. Mas, Ícaro queria mais. Queria voar como os pássaros. E, desconsiderando o alerta de seu pai, que o orientou a não se aproximar muito do sol, ele voou mais alto. À medida que se aproximava do sol, a cera derreteu, e a aventura do homem-pássaro da mitologia terminou em tragédia. Ícaro caiu no mar e morreu.

Nem por isso, o sonho humano de voar como os pássaros se perdeu. Santos Dumont que o diga. Ele entrou para a história como o primeiro a construir um equipamento mais pesado que o ar, com a capacidade de permitir ao homem a mágica experiência do voo. Neste caso, a tecnologia e a ciência garantiram a Santos Dumont um final feliz, diferente da mitologia.  

Também está fartamente retratado, na literatura e no cinema, a vontade do homem controlar o tempo. “A máquina do tempo”, clássico da ficção científica, escrito por HG Wells, reflete esse desejo de desvendar o futuro ou reescrever o passado. A história também comprova que a inteligência humana é capaz de superar limites. Então, é razoável considerar que, em algum momento, a ficção de controlar o tempo possa tornar-se realidade.

A utopia foi também o que moveu o baiano Ailton Oliveira a mudar de vida. Ele era operário da linha de produção na Ford, indústria automotiva instalada em Camaçari, na Bahia. Um trabalho digno, que ajudou o Ailton a ser quem é hoje, deu-lhe conhecimento e competência para fazer parte de uma indústria sofisticada. Por quase 15 anos, como operador de máquinas, ele usou sua inteligência e força de trabalho para fabricar componentes de motor. Mas, Ailton, assim como Ícaro e Santos Dumont, pretendia voos mais altos. Queria ser dono da sua própria história.

Um dia, ele se viu diante de uma crise existencial. Estava cansado de fazer o que fazia. A cabeça e o corpo pediam mudança. Sentia no peito uma vontade incontrolável de fazer algo diferente. Só não sabia o quê.

Saiu de casa e decidiu caminhar a esmo. Quando deu por si, estava em meio a uma floresta. E foi lá, observando a natureza, que teve um insight. A resposta que precisava estava diante dos seus olhos. Sua criatividade serviu de impulso e ele soube compreender. viu na forma de uma bromélia um rabo de pavão. Desejou ver o pássaro inteiro. Voltou e os olhos ao redor e enxergou um tronco de madeira que serviria para compor o que o seu cérebro imaginou.

Mal sabia ele, mas a natureza lhe forneceu os elementos que o ajudaram a vencer a crise existencial. Com os equipamentos que tinha em casa, deu forma ao seu sonho. E encontrou quem se interessasse em comprar a sua criação. Mais do que isso. A primeira venda veio acompanhada de um novo pedido. O operário saía de cena. Agora, era a vez do artesão.

De lá pra cá, muita coisa aconteceu na vida de Ailton. Ele desenvolveu tamanho domínio sobre o trato com a madeira que passou a fabricar óculos e relógios de pulso de madeira. Seu sonho de voar fez nascer a empresa “Depaus”, especializada no desenvolvimento de óculos e relógios de madeira. Do início difícil, ele lembra que precisou ter determinação e persistência para seguir com a sua ideia. Os amigos o desencorajaram. Mas ele não perdeu a esperança. Hoje, seus relógios conquistaram visibilidade e são disputados por clientes em várias partes do Brasil. E os óculos que ele fabrica enfeitam, protegem e enchem de estilo o rosto de muitos brasileiros.

As histórias de Ícaro e Dumont guardam semelhanças com o voo de Ailton, apesar do tempo que as separam. O empreendedorismo de Ailton nasceu do sonho de ser livre e dono do seu próprio negócio. Ele agora dispõe de ferramentas que lhe dão visibilidade nas redes sociais, cria soluções no uso da madeira que viraram o segredo e a marca do seu negócio. E sempre que precisar, poderá contar com a retaguarda do Sebrae para seguir vislumbrando utopias e fazer voos ainda mais altos. 

Veja também:

Empreendedorismo e inovação

Como desenvolver produtos e modelos de negócios inovadores

FAVORITAR
Botão favoritar

 

Participe das comunidades temáticas Sebrae no Telegram.



O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora