this is an h1

this is an h2

Thu Aug 18 21:17:44 BRT 2022
Inovação | TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
O que o NFT pode fazer pelo artesanato

Essa tecnologia, que garante “selo” digital a imagens, fotos, vídeos, mensagens e obras de arte, pode aumentar os ganhos dos artesãos.

· 04/08/2022 · Atualizado em 18/08/2022
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

A grande velocidade das transformações tecnológicas chega a desnortear os menos antenados. Mal aprendemos a manejar uma tecnologia e já surge outra, mais nova, que precisamos logo aprender a dominar. É o caso do NFT, sigla de Non-Fungible Token (Token Não Fungível). Mas por que você deveria se preocupar em conhecer o NFT? Bem, talvez você se anime ao saber que muitos artistas digitais, como músicos e artesãos, já estão ganhando algum dinheiro com esse novo dispositivo.

Vamos entender melhor o que é isso? “Não fungível” significa algo que é único e insubstituível. Um NFT atrelado a um item digital - seja uma imagem, foto, vídeo, música, mensagem, postagem em redes sociais - faz dele algo único no mundo, abrindo espaço para um mercado, com pessoas interessadas em investir na aquisição desse ativo digital.

Obras de arte são bons exemplos de bens não fungíveis: quando você troca um quadro por outro, por exemplo, está obtendo um bem único, porque esse novo quadro será necessariamente diferente daquele que foi substituído.  

Detalhando um pouco mais, o NFT é um certificado digital, como um “selo”, que define a originalidade e a exclusividade de bens digitais. Esse certificado é estabelecido por meio de blockchain, que é uma cadeia de dados criada para validar uma transação ou um registro de maneira segura. Trata-se da mesma tecnologia utilizada em transações com criptomoedas. 

Podemos dizer que os NFTs estão mudando a maneira como pensamos e nos relacionamos com obras de arte. Esses dispositivos estão invertendo a lógica da reprodutibilidade técnica, que predominou praticamente todo o século 20 e o início do século 21.

E é justamente o mercado de coleção de obras de arte digital que atualmente está em alta nos usos dos NFTs. Essas obras, como vimos, podem incluir, além de quadros, gravuras e vídeos.   

Mas você poderia se perguntar: se uma obra de arte ou um vídeo estão disponíveis na internet, por que eu devo pagar por eles? Bem, porque os NFTs dão a seus detentores propriedade sobre o item original. Ou seja, qualquer pessoa pode ter obras de arte de um Claude Monet ou de um Vincent van Gogh, por exemplo, mas somente uma delas terá o original - e, dessa forma, poderá vendê-lo por muito dinheiro quando quiser.

Assim, um artista que vender uma obra de arte digital pode receber um percentual toda vez que o NFT mudar de mãos. Para o colecionador de obras de arte, os NFTs podem funcionar como qualquer ativo: o comprador tem a expectativa de obter um lucro futuro em uma eventual venda. 

O NFT e o mercado de artesanato

Mas essa tecnologia não é apenas mais uma maneira de simplesmente ganhar dinheiro com a venda de obras de arte ou outros ativos. Ela traz uma revolução no mercado do artesanato, pois abre novos horizontes, novos canais de comercialização e traz novas oportunidades de vendas para os artesãos, já que garante a autenticidade do produto artesanal, dando a eles o devido crédito pela autoria de seu produto. 

É bom lembrar que qualquer artefato colocado em NFT pode ser rastreado e monitorado. Assim, cada vez que um determinado produto for negociado, seu autor será beneficiado, recebendo um percentual a mais por ele. 

E tem mais: o arquivo NFT permite que a ele seja relacionado um propósito que leve quem o adquiriu a se engajar em uma causa. No caso do artesanato, por exemplo, um artefato em NFT ajuda a despertar uma consciência em relação a causas como a questão ambiental, a sustentabilidade ou a perpetuação de uma determinada técnica tradicional. Assim, abre-se a possibilidade de formação de comunidades específicas, engajadas em uma ou mais causas.

Alguns exemplos

O povo indígena Paiter Suruí, de Rondônia, está leiloando obras de arte NFT. Trata-se de uma iniciativa que visa arrecadar fundos para comprar drones e outros equipamentos tecnológicos para monitorar o seu território. Além disso, eles têm como objetivo patrocinar iniciativas sustentáveis, já que há uma meta de conservar uma área de 13 mil hectares de floresta. 

A BrasilNFT é outro exemplo de uma galeria de arte voltada para a negociação de obras em NFT de povos originários. A empresa oferece seus serviços a artistas, ONGs, projetos sociais e ambientais, além de empresas e marcas.

Saiba mais

NFT: como a tecnologia pode contribuir para a produção artística

Onde está o valor real das NFTs?


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora