this is an h1

this is an h2

Thu Jun 16 21:09:20 BRT 2022
Mercado e Vendas | ANÁLISE DE TENDÊNCIA
Saiba mais sobre tendência do mercado de cachaça

Para conquistar consumidores no Brasil e exterior, estratégia transforma o destilado em bebida premium.

· 09/06/2022 · Atualizado em 16/06/2022
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Novo status

A cachaça é hoje a segunda bebida mais consumida no mercado interno. Perde apenas para a cerveja. Reconhecida como tipicamente brasileira, ela se tornou aposta do setor de destilados.

Produzir cachaça ou pinga, principalmente de maneira artesanal, é uma maneira de investir num negócio com grande potencial de crescimento.

Antes estigmatizada, assume agora o status de produto sofisticado, graças a investimentos em marketing e na diversificação da produção.

Devido à expansão mercadológica, a cachaça pode ser encontrada nos mais diversos tipos de bares, restaurantes, hotéis e casas noturnas de todo o país, inclusive, nos ambientes mais refinados.

FAVORITAR
Botão favoritar
Sofisticação

Adotada por empresas nacionais e multinacionais, a estratégia de elevá-la à categoria premium no setor de destilados impulsiona o mercado da cachaça, que responde à tendência dos consumidores por bebidas consideradas nobres.

O caráter sofisticado vai além do processo de produção: as embalagens e rótulos seguem modelos diferenciados, muitas vezes com design exclusivo.

Alambiques

As cachaças de alambique conquistam consumidores das classes A e B. Elas são produzidas artesanalmente em propriedades rurais. Há também o envelhecimento da cachaça em tanques de inox ou barris de madeira.

FAVORITAR
Botão favoritar
Certificação

No exterior, a bebida vem conquistando espaço graças à certificação, um atestado de que a cachaça seguiu todas as regras de produção no Brasil, assim como acontece com o champanhe francês, a tequila mexicana e o whisky escocês.

O selo é concedido pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), que desenvolveu o Regulamento de Avaliação de Conformidade da Cachaça (RACC). O Sebrae é parceiro do Inmetro e apoia os produtores que buscam esse atestado de qualidade, reconhecido por 80 países.

O intuito do programa de certificação da cachaça é atestar que a bebida, como um produto tipicamente brasileiro, é produzida com qualidade e sustentabilidade, ratificando o compromisso dos produtores com os consumidores, promovendo assim um ambiente favorável a bons negócios.

Além disso, ao contratarem o serviço, os produtores brasileiros alcançam outros mercados. Tanto no mercado interno como externo, uma bebida certificada apresenta diferencial importante em relação às concorrentes e carrega um atrativo a mais para o consumidor, já que transmite garantia de qualidade e confiança. O procedimento permitiu que a cachaça brasileira ganhasse mercado nos Estados Unidos, onde antes era classificada como rum.

· Leia mais sobre a certificação da cachaça

Acordos

Os acordos multilaterais de reconhecimento mútuo são um dos principais responsáveis pelo fortalecimento do comércio. Eles facilitam a aceitação do certificado do produto e seu acesso a mercados exigentes, em especial, no que diz respeito a requisitos de sustentabilidade (de caráter ambiental, social e econômico), rigorosamente avaliados no processo de certificação.

Confira os acordos de que o Inmetro participa

Acordo de Reconhecimento Multilateral com a International Laboratory Accreditation Cooperation (Ilac)

  • Para o reconhecimento da capacidade de laboratórios de calibração e de ensaio, desde 2000, e de laboratórios de análises clínicas, desde 2012.

Acordo de Reconhecimento Multilateral com o International Accreditation Forum (IAF)

  • Para atestar a qualidade de organismos de certificação de sistemas de gestão da qualidade, desde 1999, e para sistemas de gestão ambiental, desde 2005, e como organismo de acreditação de organismos de certificação de produtos, desde 2009.

Acordo de Reconhecimento Multilateral com o Interamerican Accreditation Cooperation (IAAC)

  • Para o reconhecimento de laboratórios de ensaios e calibração e para acreditação de organismos de certificação de sistemas de gestão da qualidade, desde 2002, organismo de acreditação de organismos de certificação de produtos e de sistema de gestão ambiental, desde 2009, e para laboratórios de análises clínicas, desde 2012.

Além disso, como o Inmetro exerce a atividade de ponto focal brasileiro do Acordo de Barreiras Técnicas da Organização Mundial do Comércio (OMC), o programa de certificação da cachaça é feito de acordo com as regras da própria entidade.

FAVORITAR
Botão favoritar
Ideias

O empreendedor que quiser investir em uma fábrica de cachaça pode apostar na diversificação do negócio como uma maneira de aumentar o faturamento, ampliando a experiência do consumidor.

Além da produção das bebidas, os alambiques (especialmente, os instalados na zona rural) costumam virar ponto turístico, recebendo pessoas interessadas em conhecer o processo de fabricação e degustar direto na fonte.

Essa pode ser uma oportunidade para montar uma loja e fazer a venda direta aos visitantes. Para orientações sobre essas e outras ideias de negócios, consulte o Sebrae mais próximo.

Leia mais

· Certificação da cachaça abre novos mercados

· Cachaça: como legalizar seu empreendimento

· Como montar uma cachaçaria

FAVORITAR
Botão favoritar
Telegram

 

Fique por dentro dos acontecimentos no setor de alimentos e bebidas: siga as comunidades Sebrae, no Telegram.


Sebrae Bares e Restaurantes

Acesse: https://t.me/sebraebareserestaurantes


Sebrae Varejo de Alimentos e Bebidas

Acesse: https://t.me/sebraevarejodealimentos


Sebrae Mei de Alimentação

Acesse: https://t.me/sebraemeialimentacao


 


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora