this is an h1

this is an h2

Fri Jul 14 14:20:03 BRT 2023
Mercado e Vendas | INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS
Saiba o que são os ESG Index

Índices internacionais e nacionais, os ESG Index têm por objetivo medir as práticas ESG das empresas para orientar investidores e consumidores

· 13/06/2023 · Atualizado em 14/07/2023
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Não faz muito tempo, uma empresa que fizesse esforços para ser socialmente responsável e mais amigável ao meio ambiente não tinha nenhum retorno pelo seu esforço.  

De alguns anos para cá, no entanto, com as práticas ESG (iniciais em inglês para Ambiente, Social e Governança) ganhando cada vez mais espaço no mundo corporativo, há um consenso de que além de possibilitar um futuro melhor e com oportunidades mais igualitárias, atitudes sustentáveis têm inúmeros benefícios no longo prazo.   

Para medir o grau de sustentabilidade de uma empresa existem os ESG Index, indicadores para mensurar a performance de companhias que adotam políticas internas de ESG e sustentabilidade.  

Trata-se de um parâmetro para qualificar as ações dessas corporações em questões de conformidade e preservação do meio ambiente, sociedade, governança e práticas anticorrupção, dentre outras. 

Com o acesso a esses índices, os investidores e consumidores encontram um parâmetro das empresas com práticas ESG. Uma pesquisa recente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) revelou que 38% dos brasileiros procuram saber se o produto que desejam comprar foi produzido de forma ecologicamente correta.  

Tipos de ESG Index no Brasil e no mundo 

No âmbito internacional, os principais índices utilizados são: 

  • MISC ESG Indexes (contêm diferentes índices, como o Leaders, Focus, Universal, Climate Change etc.); 
  • S&P ESG Index (índice que contempla apenas as empresas enquadradas no critério ESG que fazem parte da carteira teórica do índice S&P 500); 
  • Down Jones ESG Index (índice composto apenas por companhias ESG listadas na NYSE ou Nasdaq); 
  • Refinitiv ESG Index (índice formado por empresas europeias consideradas ESG).  

A Bolsa de Valores brasileira tem atualmente 70 índices, dos quais, oito pertencem à temática ESG. 

Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) 

Criado em 2005, O ISE foi o 4º índice de sustentabilidade empresarial do mercado de capitais mundial. Esse indicador acompanha a performance das companhias de capital aberto na B3 com as melhores práticas de sustentabilidade empresarial. 

Para se enquadrar e fazer parte do ISE, as empresas devem garantir: (a) transparência com os stakeholders; (b) práticas empresariais no âmbito social e ambiental; (c) produto com alta qualidade e com origens sustentáveis; (d) equidade dos processos e (e) ações reais de sustentabilidade. 

As melhores empresas cotadas no índice são WEG, Natura, Suzano, Petrobras e Renner. 

ICO2 (Índice Carbono Eficiente) 

Criado em 2010, a metodologia de seleção do ICO2 leva em conta aspectos ligados à sustentabilidade climática. A comprovação é medida pela redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE) e com ações do mercado de baixo carbono. 

As melhores empresas cotadas no índice são Banco Itaú, Bradesco, Ambev e Magazine Luíza. 

Índice de Ações com Governança Corporativa Trade (IGCT) 

O IGTC está voltado para os pilares e melhores práticas de governança corporativa, filtrando empresas comprometidas com a transparência, a equidade, a prestação de contas e com o alinhamento de interesses. 

As melhores empresas cotadas no índice são Vale, Petrobras e Itaú. 

Índice S&P/B3 Brasil ESG 

Criado em 2020, esse índice é responsável por representar as empresas que fazem parte do S&P Brazil BMI (Broad Market Index). Ficam fora as empresas que não aderiram ao Pacto Global da ONU ou aquelas que atuam no setor de armas, carvão e tabaco.  

As melhores empresas cotadas no índice são Embraer, Cemig, Banco do Brasil e Itaú. 

Outros índices utilizados no Brasil 

Na categoria governança, a bolsa brasileira conta com 4 índices: Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (IGC); Índice de Ações com Tag Along Diferenciado (Itag) e Índice de Governança Corporativa – Novo Mercado (IGC-NM). 

Já o pilar social acaba de ser contemplado o Índice GPTW B3, que reúne as ações das empresas consideradas as melhores para se trabalhar. A primeira carteira do índice foi divulgada em 2022, com 33 companhias incluídas. 

Mesmo que as MPEs não façam parte da carteira desses índices, é importante averiguar quais as medidas e critérios de inclusão das empresas são valorizados nos diferentes índices, visando a adotar ou implementar ações de ESG em seus negócios. 

Saiba mais 

ESG – o que é e qual a importância? Saiba aqui 

ESG possibilita rentabilidade para pequenos negócios inovadores 

FAVORITAR
Botão favoritar

 

Participe das comunidades temáticas Sebrae no Telegram.



O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora