this is an h1

this is an h2

Thu Jul 07 20:59:24 BRT 2022
Mercado e Vendas | AMBIENTE DE VENDA
Viagens para solteiros, uma tendência de turismo em ascensão

Aumenta o número de pessoas que preferem viajar sozinhas, e isso pode ser um nicho lucrativo para o setor de turismo.

· 20/06/2022 · Atualizado em 07/07/2022
Imagem de destaque do artigo

A ascensão do turismo para quem quer viajar sozinho acompanha o movimento do turismo mundial pós-pandemia, que traz forte retomada das viagens, além de uma tendência para turismo segmentado que é voltado para públicos específicos.

Assim, o turismo para solteiros é um nicho que cresce e pode ser bem aproveitado por agências de turismo de todas as regiões do Brasil. Uma pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo, antes da pandemia, aponta que o número de turistas sozinhos que visitaram o país cresceu no passado recente. Em 2017, 30,9 mil visitantes estrangeiros entraram sozinhos no Brasil; em 2018, foram 31,6 mil e em 2019, foram quase 35 mil. Essa mesma pesquisa, realizada com 17 mil pessoas espalhadas pelo mundo, destaca o Brasil na sétima posição entre os 78 países na lista. 

Um outro levantamento, dessa vez divulgado pelo A U.S. News & World Report, uma empresa de mídia americana que publica notícias e análises, mostrou que o Brasil é o primeiro na lista do turismo de aventura.

Assim, com esse mercado aquecido, as agências de turismo podem atrair o viajante desacompanhado e oferecer passeios direcionados a interesses específicos. Mas antes, é claro, é importante compreender as características principais deste público, bem como entender o que é relevante nas suas viagens. Para isso, boas fontes de consulta são pesquisas divulgadas por empresas da área, bem como bate-papos na internet, fóruns de debates, chats e comentários de internautas. Esses espaços são extremamente ricos por trazerem informações mais completas das etapas da experiência da viagem relatadas em detalhes.

Em pesquisa recente feita pela TripAdvisor, algumas informações podem auxiliar o empreendedor a traçar este perfil. A pesquisa mostrou que a viagem solitária é mais frequente entre homens, 90% dos entrevistados homens já viajaram sozinhos, e 76% das mulheres entrevistadas já viajaram sozinhas. Essa relação é fortemente ligada com motivações de viagens feitas a negócios. 

Em janeiro, o Boletim de Tendências do Sebrae traçou um perfil desse turista solitário e traz informações relevantes: 

- Conhecendo a cultura local: 22% dos viajantes buscam conhecer a cultura do local escolhido;

- Sensação de liberdade: 52% das mulheres e 56% dos homens acreditam que a possibilidade de viajar sozinho proporciona mais liberdade;

- Investimento: viajantes solitário gastam entre R$ 2 mil e R$ 5 mil e reservam de R$ 500 a R$ 1,5 mil para compras;

- 19% das mulheres e 11% dos homens recorrem aos serviços de empresas especializadas para programarem os passeios;

Além disso, a pesquisa revelou que albergues e hostels são bem avaliados, tanto por serem mais baratos quanto pela possibilidade de fazer novas amizades, amenizando a sensação de “estar só”. Outro ponto bastante relevante, principalmente junto às mulheres que viajam sozinhas ,é transmitir segurança durante todo o trajeto, passeios e traslados, não somente segurança física, mas também na entrega dos serviços conforme a expectativa gerada. Uma viagem “engessada” também pode ser pouco atrativa, haja vista que mais da metade dos viajantes associam esse tipo de jornada com o sentimento de liberdade.

Agências de viagem que queiram desfrutar dessa oportunidade, oferecendo bons serviços para solteiros viajantes, têm um nicho bom a explorar. Há espaço para crescer, considerando que a maioria deles opta por pesquisar destinos e passeios sem o auxílio de agentes de viagem, buscando informações em espaços de interação na internet, segundo a mesma pesquisa da TripAdvisor.

Em agosto, é comemorado o Dia do Solteiro e pode ser uma excelente oportunidade para lançar pacotes. Nesse caso, a estratégia é oferecer um bom serviço de passeio e, nesse caso, pode-se identificar, dentro das opções que a empresa já oferece, como é possível adaptar roteiros e serviços para atender a esse público que viaja sozinho. Vale também pensar numa estratégia de marketing com uma campanha de conteúdo que desperte interesse. Se você não sabe como fazer isso, comece criando um plano para esse negócio.

Telegram

 Participe você também, acompanhe as notícias
e dicas para sua área de atuação.

Confira abaixo os canais já existentes no Telegram: 


 Sebrae Turismo

https://t.me/sebraeturismo


 


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora