this is an h1

this is an h2

Wed Jun 12 11:13:01 BRT 2024
Mercado e Vendas | COMÉRCIO ELETRÔNICO
Jornada MEI: planilha de precificação para vender nos marketplaces

Ferramenta gratuita compara opções e aponta o preço correto para vender nos marketplaces, de acordo com a margem de lucro desejada no e-commerce

Foto do autor

Jornada MEI

· 10/06/2024 · Atualizado em 12/06/2024
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Quem decidiu expandir seus negócios para plataformas do tipo marketplace deve se ligar na precificação, ou seja, na definição do valor cobrado pelos produtos e serviços oferecidos. Cada um dos gigantes brasileiros do setor possui suas próprias regras, o que influencia a margem de lucro do empreendedor que busca a parceria.

Saber qual preço cobrar é sinônimo de vender bem. Por isso, o Sebrae criou uma planilha pra ajudar o empreendedor a chegar no valor ideal para se manter na vitrine de uma grande loja virtual.

A Calculadora de Marketplace ajuda a definir montantes justos, mantendo o equilíbrio para se negociar on-line com rapidez, visibilidade e, claro, mais retorno para o negócio.

Quais são os custos para entrar (e ficar) no marketplace?

O marketplace representa uma forma viável de alavancar seus negócios utilizando o serviço de grandes marcas com custos reduzidos. Mas eles existem, não é mesmo? Os principais são:

  • Taxas sobre as vendas: é um percentual ou comissão sobre o faturamento com a venda de cada produto, que vai de 5,99% a 30%, dependendo do marketplace.
  • Frete: quando o envio é feito pela operação do próprio marketplace, é cobrado um fixo que varia de acordo com a categoria e as características do produto, bem como com o relacionamento do vendedor com a plataforma.

Além disso, é preciso estar em dia com a documentação que costuma ser exigida, principalmente pelas grandes redes de varejo, antes da autorização para vender no espaço virtual. Ex.:

  • Inscrição na Receita Federal como pessoa jurídica (CNPJ);
  • Certidões negativas de débitos tributários, trabalhistas e previdenciários;
  • Contrato social atualizado;
  • Aquisição de sistema para emissão de nota fiscal;
  • Contrato assinado com a empresa de marketplace.

É possível calcular os números ideais para operar em marketplace?

A resposta é “sim”! E, para facilitar a sua vida, você pode baixar a planilha de precificação para marketplaces, que também pode ser chamada de calculadora de marketplace.

Desenvolvida pelo Sebrae, ela é uma ferramenta de apoio na construção da estratégia de preços para a venda on-line de seus produtos/serviços.

Quais são os requisitos para usar a calculadora de marketplace?

Ao usar a calculadora de marketplace, é importante verificar:

  • Os produtos que irá comercializar;
  • A taxa da categoria dos produtos;
  • Quanto pagará de frete;
  • Qual a margem de contribuição desejada;
  • Caso já venda em marketplaces, a quantidade de produtos vendidos para analisar e construir a melhor estratégica de margem x giro;
  • Os preços praticados pelos concorrentes.

Ah, vale lembrar que, com a Calculadora de Marketplace, você também poderá estimar o impacto dos descontos praticados.

A planilha está em formato xlsx (planilha editável), bem simples de usar. E então, que tal descobrir agora mesmo se você está cobrando preços adequados pelos seus produtos?

Onde eu encontro a calculadora de marketplace?

Você está a um clique de ter a sua! Baixe AQUI a calculadora de marketplace do Sebrae e seja um craque na precificação!

Quer mais informações sobre marketing em seu empreendimento? Participe do nosso grupo do Telegram. 

Telegram

Sebrae Marketing Digital

Conteúdos exclusivos sobre o mercado digital. Conecte-se com ideias e dicas de sucesso para o seu negócio.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora

Posso ajudar?