this is an h1

this is an h2

Mon Jul 03 11:09:20 BRT 2023
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Descubra como administrar um salão de beleza com eficiência

Confira dicas práticas para que você possa administrar o seu salão de beleza ter e o controle total do seu negócio.

· Atualizado em 03/07/2023
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Entender como administrar um salão de beleza pode ser bastante desafiador para quem busca começar a empreender nesse ramo. Afinal, a maioria dos profissionais que apostam no segmento fica responsável também pelos serviços oferecidos no estabelecimento, como corte, coloração etc. — pelo menos, inicialmente.

Portanto, é comum que muitos proprietários cometam deslizes na hora de gerenciar o negócio, inclusive, deixando determinadas questões de lado, como o planejamento, o controle de custos e a gestão financeira, para atender à clientela. O grande problema é que tudo isso é igualmente fundamental para garantir a saúde e a viabilidade do empreendimento, tanto quanto a entrega de uma experiência positiva ao público-alvo.

Então, pensando na relevância do tema, elaboramos um post para mostrar como você pode contornar esse entrave e passar a ter o controle total do seu salão. Continue a leitura e fique por dentro!

Como está o mercado de salões de beleza no Brasil?

Entre os anos 2020 e 2022, por exemplo, foram abertos 343 mil novos salões de beleza. Inclusive, comparando os meses de junho de 2020 e de junho de 2022, houve um crescimento de 63,3% da quantidade de CNPJs criados na área de estética.

Hoje, o Brasil é o quarto maior mercado de beleza, considerando países do mundo inteiro. Segundo a Associação Brasileira da Indústria, Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), apenas em 2022, o setor teve uma evolução de 13,2%.

Além disso, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) registrou, no balanço do mesmo ano, que as franquias do setor de beleza alcançaram um crescimento de 21,5%. Ou seja, oportunidades não faltam para quem deseja abrir as portas e começar a empreender no nicho, aproveitando que o mercado está muito aquecido.

Entretanto, não podemos esquecer que, mesmo diante de um cenário promissor, é essencial ter habilidades e conhecimentos em gestão para saber como administrar um salão de beleza. Afinal, é esse know-how que vai garantir a estabilidade do negócio, gerando diferenciais e preservando a sua capacidade de superar a concorrência.

Qual é a importância da boa administração de um salão de beleza?

A inserção no mercado de salões de beleza não é difícil. Normalmente, o investimento é baixo, e o acesso à formação e à capacitação é facilitado. Por isso, é até bastante comum que essa atividade seja desenvolvida de maneira informal.

No entanto, ainda é imprescindível saber como administrar um salão de beleza, haja vista que estamos falando de uma empresa como qualquer outra. Ou seja, empreendimentos desse segmento também têm os seus custos operacionais e precisam igualmente observar a legislação vigente para preservar a regularidade da operação.

Nesse sentido, é imperativo manter um adequado controle das finanças e do estoque, entender como o marketing pode se tornar um aliado, dominar os principais aspectos relativos à precificação de produtos e de serviços, entre outros detalhes essenciais. O intuito é assegurar que o estabelecimento será organizado e terá um bom faturamento.

Além disso, é essencial apresentar diferenciais para o salão de beleza se destacar da concorrência. Portanto, saber como gerenciá-lo da melhor forma é indispensável para atrair a atenção do público-alvo, manter a agenda sempre cheia e, claro, oferecer um serviço de excelente qualidade.

Como administrar um salão de beleza?

Agora, mostraremos algumas dicas de como administrar um salão de beleza da maneira adequada para você ser bem-sucedido na condução do seu empreendimento. Confira!

Faça parcerias

Apesar de o trabalho em um salão de beleza ser bastante focado no profissional responsável, pode ser difícil crescer no segmento sem estabelecer parcerias. Então, uma boa alternativa, por exemplo, é ter parceiros encarregados de serviços que estão fora da sua especialidade e/ou do fornecimento de produtos que poderão ser comercializados no seu estabelecimento ou utilizados no atendimento à clientela.

Entretanto, lembre-se de que é preciso ter um extremo cuidado com as marcas que você associará à imagem do seu salão de beleza. Afinal, uma escolha equivocada pode prejudicar a imagem do empreendimento e provocar um efeito adverso em um processo que deveria ser benéfico para a empresa.

Participe de eventos

Outro ponto importante da administração de um salão de beleza envolve a participação em eventos. Inclusive, há um leque muito amplo de oportunidades para quem é empreendedor do ramo.

Existem inúmeros congressos, cursos e outros tipos de encontros promovidos por marcas e/ou por profissionais de referência. Aliás, nesses espaços, você terá a oportunidade de encontrar bons parceiros de negócios e de trabalhar o networking para eventuais contatos futuros.

Ainda seguindo a linha de raciocínio, outra possibilidade envolve a participação em eventos sociais. Trata-se de uma excelente oportunidade de mostrar o seu trabalho para o público-alvo e até de conquistar novos clientes.

Ou seja, marcar presença funcionará como uma estratégia de marketing para o seu salão de beleza. Até porque, ainda que você não tenha ganhos diretamente com o evento, será viável colocar a sua marca em evidência e atrair olhares, ampliando o alcance de pessoas do empreendimento.

Escolha bem o seu ponto

O ponto é algo que precisa ser escolhido a partir de um estudo bem-feito. Muitas pessoas têm dúvidas no que diz respeito à decisão ideal, já que, aparentemente, espaços localizados dentro de shoppings ou de centros comerciais parecem ser as melhores — e, portanto, únicas — alternativas. Contudo, isso não é uma verdade absoluta.

De modo geral, a definição do ponto deve estar estreitamente alinhada com o público que você pretende atender no seu estabelecimento. A propósito, é muito comum encontrarmos salões de beleza que se "acomodaram" dentro de um bairro e crescem atendendo apenas aos moradores daquela região.

No entanto, também existem aqueles que expandiram tanto que passaram a receber clientes de outras localidades. Inclusive, esse é um cenário típico de cidades pequenas, que ocorre quando um profissional começa a se destacar.

Outro fator a ser levado em consideração se refere à concorrência que já está instalada naquele local. Além disso, você precisa voltar a sua atenção à qualidade do imóvel no qual cogita se instalar.

Tenha em mente que é indispensável optar por um espaço adequado para atender ao volume de clientes que chegarão até o seu estabelecimento, oferecendo o máximo possível de conforto e de comodidade. Como, em alguns casos, quem está consumindo os seus serviços precisa ficar muito tempo no salão, é imprescindível entregar uma boa experiência no local.

Cuide da experiência do cliente

Aliás, aproveitando o gancho do tópico anterior, também é essencial ter atenção à experiência oferecida ao cliente no empreendimento. De maneira geral, o conceito engloba o tipo de atendimento prestado, a qualidade da infraestrutura e o nível de excelência do serviço.

Por exemplo: você pode gostar (ou não) da marca, mas concorda que, ao comprar um aparelho da Apple, o cliente sempre é surpreendido, desde o momento em que abre a caixa do produto, com uma experiência que vai além das suas expectativas? A verdade é que tudo é projetado pensando na emoção que o consumidor sentirá ao começar a manusear o dispositivo.

Estamos falando de um contexto extremamente clássico da experiência do cliente — e é nisso que você deve investir no seu negócio. Portanto, olhe para dentro do seu estabelecimento e veja o que pode ser melhorado para garantir que o seu cliente terá uma experiência única. Além disso, capriche no conforto oferecido e na decoração do ambiente, sempre levando em conta o que o fará querer voltar várias vezes ao seu espaço.

Aposte em um atendimento de qualidade

Não há como oferecer uma boa experiência para o cliente sem entregar um atendimento de qualidade. Da mesma maneira, é impossível imaginar um negócio realmente bem-sucedido em que os responsáveis por lidar diretamente com o público não tiveram cuidado com a forma como o fizeram.

Por isso, além de aprender os elementos-chave inerentes a uma boa gestão para saber como administrar um salão de beleza, é essencial dar o máximo de atenção a esse aspecto. O mais recomendável é investir continuamente em cursos e em treinamentos que ensinam como conduzir um atendimento de excelência, de modo a encantar a sua clientela e, claro, oferecer a melhor experiência possível.

Ofereça diversas formas de pagamento

Outro ponto que merece destaque — e ao qual você precisa ter atenção quando se trata de como administrar um salão de beleza pequeno, médio ou grande — é a oferta de diversas formas de pagamento. A medida permite que eventuais barreiras que geralmente fazem os clientes desistirem de consumir algum serviço no seu estabelecimento sejam "derrubadas".

A propósito, a diversificação traz mais oportunidades de negócio para o seu salão de beleza e, ao mesmo tempo, também é uma forma de oferecer uma experiência positiva ao público. Afinal, a iniciativa implica o aumento do seu poder de decisão.

Agregue valor e diferencie os seus produtos e serviços

Outra ação indispensável envolve agregar valor aos seus produtos e serviços. Em outras palavras, isso significa que, no intuito de encantar os seus clientes, o estabelecimento deve adotar a política de sempre oferecer mais valor utilitário do que o valor monetário que foi pago por eles.

Simplificando, a ideia é de que você venda, por exemplo, não somente um corte de cabelo, mas, sim, um procedimento estético que vai elevar a autoestima da clientela e fazê-la vivenciar a sua melhor versão. Percebeu a diferença?!

Quando adotamos essa mentalidade, não estamos tratando o corte apenas como um serviço, mas, na verdade, como uma solução que vai trazer algum tipo de impacto positivo para a vida do cliente. A proposta é que o seu salão de beleza traga esse valor para as pessoas, fazendo realmente a diferença.

Com essa finalidade em mente, o passo inicial é estudar os seus clientes e avaliar o que é verdadeiramente valorizado por eles. Às vezes, é necessário ter um custo adicional para agregar essa diferenciação e inovar. Porém, o ganho que pode ser auferido é consideravelmente maior.

Além disso, essa agregação de valor aos seus produtos e serviços facilita o marketing boca a boca, que é uma das estratégias mais fortes de divulgação do seu negócio. Afinal, não há nada mais poderoso do que uma boa indicação feita por um conhecido.

O contrário, porém, também é uma verdade. Ou seja, quando um consumidor não fica satisfeito com o atendimento e com o serviço prestado, faz esse mesmo trabalho de divulgação — com a mesma intensidade —, mas de forma negativa, prejudicando severamente a imagem da empresa.

Acerte na precificação

Outro fator que demanda muito cuidado diz respeito à precificação dos seus produtos e serviços. Para tanto, é preciso analisar dois elementos. Então, inicialmente, conheça todos os seus custos e as suas despesas — tanto os fixos quanto os variáveis.

A soma de todos esses valores vai indicar quais são os seus gastos operacionais. Ou seja, quanto dinheiro o seu salão de beleza precisa faturar todos os meses para conseguir manter as contas em dia.

Nesse momento, é altamente recomendável levar o seu salário em conta também. Assim, você chegará a um valor mínimo que poderá ser cobrado pelos seus serviços.

Feito isso, avalie o mercado da sua região. Afinal, não adianta fazer todo o trabalho de levantamento desses dados e chegar a um preço que esteja totalmente fora da média cobrada nos outros salões de beleza.

Inclusive, essa regra vale tanto para os preços altos quanto para os baixos. Mesmo que você tenha condições de praticar valores inferiores na comercialização dos seus produtos e serviços, é fundamental que eles sempre flutuem de acordo com a média do mercado.

Na prática, cobrar pouco, ainda que não gere prejuízos, pode despertar algum receio no público-alvo acerca da qualidade do trabalho desenvolvido pelo empreendimento. Lembre-se de que muitas pessoas associam o preço cobrado com o nível de excelência percebido nos serviços prestados. Então, um valor muito baixo tenderia a gerar desconfiança no que se refere ao seu profissionalismo.

Selecione parceiros que agreguem valor

Voltando à seleção de parceiros, você precisa escolher empresas e/ou profissionais que agreguem valor ao seu negócio. Ter marcas de sucesso aliadas ao seu estabelecimento gera mais autoridade e confiança aos olhos dos clientes.

Além disso, contratar colaboradores reconhecidos no mercado pode ser um grande diferencial para o seu estabelecimento, proporcionando uma visão mais profissional e qualificada do negócio. Inclusive, também é viável firmar parcerias com profissionais que ofereçam algum tipo de serviço diferente do que é encontrado nos demais espaços do nicho. Assim, o seu empreendimento terá algo exclusivo, que o destacará perante a concorrência.

Conte com uma boa agenda

Essa é uma das mais importantes dicas de como administrar um salão de beleza, já que esse tipo de estabelecimento costuma ter horários diferentes das empresas de outros ramos. Afinal, é preciso atender à necessidade do cliente.

De modo geral, as pessoas procuram os salões de beleza não somente no dia a dia, mas, em muitos casos, quando há eventos especiais. Casamentos, aniversários, formaturas e outras datas de celebração são excelentes oportunidades para o faturamento de um salão. O "problema" é que, geralmente, os eventos acontecem nos fins de semana.

Portanto, é altamente recomendável manter uma boa agenda de horários, prezando pela flexibilidade, de acordo com o tipo de serviço que o seu estabelecimento oferece. Ou seja, leve em conta a necessidade e a expectativa do seu público-alvo.

No entanto, não se esqueça de que você também precisa de um tempo de descanso. Então, procure organizar os seus horários para que eles sejam compatíveis com os do seu público, mas reserve um período de folga para que você também possa se dedicar a questões pessoais, preservando a satisfação profissional.

Tenha um bom controle financeiro

Essa é uma dica que não se limita à administração de salões de beleza, mas, na verdade, é aplicável à gestão de qualquer outro tipo de estabelecimento. Afinal, o controle financeiro é a base para a sobrevivência de qualquer negócio, já que o faturamento precisa cobrir as despesas e ainda trazer lucro.

Um detalhe muito importante se refere à separação daquilo que é da empresa e daquilo que é pessoal. As despesas e as contas do salão não devem ser misturadas com as do proprietário. Ou seja, o caixa do empreendimento não pode ser utilizado como fonte para retiradas no intuito de resolver aspectos pessoais.

Foi justamente por isso que explicamos que, entre as despesas fixas e variáveis, deve ser considerado também o seu salário. Você precisa contar apenas com esse valor e definir um dia certo para fazer a retirada do montante, pois as contas precisam ser administradas de forma separada.

A propósito, é interessante ter uma conta bancária jurídica para o seu salão de beleza — separada da sua conta pessoal. Assim, não haverá uma confusão entre os valores.

Mesmo que você recorra ao papel e à caneta, já será um excelente começo. O importante é fazer o registro de todos os valores que entram e que saem e fechar o caixa no final do dia para identificar o faturamento.

Aposte no marketing

As pessoas precisam saber que o seu salão de beleza existe, e isso só é possível quando há investimentos em marketing. Nesse caso, uma boa pedida é ir além dos panfletos. Esteja presente nas redes sociais também, já que, atualmente, grande parte do público usa muito a Internet para buscar referências.

Outra excelente iniciativa é mostrar o resultado do seu trabalho, falando também sobre os tipos de procedimentos disponíveis. Além disso, dê algumas dicas de cuidados com os fios no dia a dia. Assim, pouco a pouco, você vai transmitindo o seu conhecimento — e senso de profissionalismo — e ganhando a confiança das pessoas.

Como os salões de beleza costumam ter uma atuação mais local, também é interessante apostar no Google Meu Negócio. Com ele, é possível colocar o nome do seu estabelecimento na lista de opções para quem fizer buscas pela região.

Ainda nesse contexto, não se esqueça de que as estratégias de marketing precisam ser elaboradas de acordo com o perfil do seu público-alvo. A intenção é "falar a língua" dessas pessoas para que elas se identifiquem com o seu estabelecimento e confiem realmente nele.

Percebeu como administrar um salão de beleza corretamente é fundamental para ter sucesso nesse tipo de empreendimento? Agora, mantenha em mente que, tão indispensável quanto uma boa gestão, é sempre pensar na experiência do público, levando em consideração os seus hábitos de consumo e o seu perfil de compra.

Quer descobrir como alavancar o seu estabelecimento? O Sebrae/PE disponibiliza cursos, consultorias e outros serviços para você aprender a realizar a melhor gestão do seu salão de beleza! Entre em contato com a nossa equipe e veja como podemos ajudar!


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora

Posso ajudar?