this is an h1

this is an h2

Planejamento | PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
Sebrae e Solar Coca-Cola oferecem estratégias de planejamento

Os negócios de alimentação fora do lar foram impactados pela crise do coronavírus. Aproveite oportunidades com as mudanças no comportamento do novo consumidor.

· 12/05/2020 · Atualizado em 05/10/2022
Imagem de destaque
FAVORITAR
Botão favoritar

Empreendedores sempre precisam lidar com desafios intensos. Estes, porém, ficam ainda mais acentuados em situações nas quais ocorrem mudanças inesperadas, como no período da pandemia do coronavírus. 

Com o propósito de oferecer técnicas e conteúdos úteis e práticos, aprovados por experientes especialistas do mercado, o Sebrae e a Solar Coca-Cola fecharam uma parceria para compartilhar esses conteúdos através das suas redes de comunicação. 

Buscando atender às necessidades e restrições alimentares do público, empreendedores têm oferecido produtos e serviços com opções de refeições que agradam diferentes paladares.

Muitas empresas do ramo alimentício estão reinventando a forma de trabalhar para vencer as crises e as mudanças inesperadas. Dentre as alternativas, marmitas e serviço de delivery são opções para diversificar e manter as vendas.

O delivery, importantíssimo durante a pandemia, tem sido uma alternativa para os estabelecimentos de alimentação fora do lar. 

Cerca de 70% dos estabelecimentos já estavam atuando dessa forma e 25% aderiram a ela após a pandemia.

Conheça mais sobre o nosso conteúdo de delivery clicando aqui

Diego Fabris, sócio fundador do Share Eat, deu diversas dicas de como os restaurantes podem estreitar o relacionamento com os clientes investindo em comunicação.

Veja abaixo alguns conteúdos:

Leia o artigo: O core business dos restaurantes, além da comida, deve ser a comunicação. Nele, o autor demonstra como o ramo da alimentação pode se adaptar a cenários de crise estreitando o relacionamento com os clientes.

Na cartilha abaixo, você verá muitas dicas para seu restaurante e bar. Mesmo com o retorno, ainda gradual, do movimento, planejamento é essencial. Acesse o link abaixo:

Acesse a cartilha: Cardápio de sucesso para restaurantes.

Algumas temáticas não perderam sua importância durante a crise; pelo contrário, a preocupação com as questões socioambientais na oferta dos mais diversos tipos de serviços e produtos tornou-se um requisito de mercado percebido e respeitado pelo consumidor.

A redução do desperdício, aliada ao uso da tecnologia, diminui custos e causa impactos ambientais positivos para os negócios do setor. Leia o artigo:

Alimentação fora do lar: produtividade, eficiência e sustentabilidade.

Outro assunto importante é a apresentação dos cardápios, que podem ser um grande diferencial. 

Leia o artigo: Cardápio pode ser um diferencial em bares e restaurantes.

Veja os principais temas de alimentação fora do lar que podem ser trabalhados com os materiais desenvolvidos pelo Sebrae e a Abrasel no projeto Gastronomia Digital, que apresenta conteúdos em videoaulas e disponibiliza material de apoio para ensino a distância.

Leia o artigo: Alternativas para bares, restaurantes e afins em tempos de crise. 

Oportunidades para mercearias e minimercados     

Mercado de vizinhança, ou loja de vizinhança, como é chamado o pequeno varejo alimentar, é representado por minimercados, mercadinhos ou armazéns. O crescimento desse tipo de estabelecimento deve-se à busca do consumidor por comodidade, proximidade e praticidade para a realização de suas compras. 

Fazer compras ao lado de casa significa um deslocamento menor e mais rápido, o que se revela positivo, já que tem diminuído o número de pessoas que têm tempo para esse tipo de tarefa. 

Considerada essencial para a sociedade, essa modalidade destacou-se ainda mais durante a crise desencadeada pelo novo coronavírus.

O principal diferencial do minimercado em relação aos grandes varejos alimentares é poder oferecer ao cliente a personalização do atendimento, pois normalmente quem tem contato direto com o consumidor é o próprio dono do negócio ou algum de seus familiares.

Chamar o cliente pelo nome e entender suas necessidades básicas de consumo gera confiança e disposição para pagar um pouco mais pela mercadoria.

Em mercearias e minimercados também poderão ser ofertados combos, seguindo a mesma lógica de agrupar opções que completem uma refeição. Um exemplo é a combinação de alimentos resfriados ou congelados com molhos e complementos, montando uma oferta de preço único. Uma lasanha acompanhada de um molho pronto e uma bebida para o jantar, ou um combinado de pipoca, Coca-Cola e chocolates para uma ocasião do fim de semana são uma ótima pedida. Lembre-se, porém, de divulgar as ofertas em horários compatíveis com a busca por esse tipo de refeição e de deixá-las visíveis ao cliente.

Saiba mais

Conheça os dez fatores-chave de sucesso para atuação em negócios de minimercados.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora