this is an h1

this is an h2

Empreendedorismo | ABERTURA DE EMPRESA
Saiba em qual tipo de negócio ou ramo de atividade atuar

Se sua dúvida é em que tipo de negócio ou ramo de atividade abrir uma empresa, confira nossas dicas e veja qual opção encaixa-se melhor ao seu perfil.

· 20/04/2014 · Atualizado em 09/12/2023
Imagem de destaque

São vários os tipos de negócio ou ramos de atividade existentes para montar o seu negócio. Você pode optar por uma franquia, um escritório em casa, uma empresa familiar, uma cooperativa ou associação e até mesmo por um comércio eletrônico. Seja como for, é preciso conhecer a fundo cada tipo de negócio. Entenda, agora, um pouco mais sobre cada um deles:

Franquia 

Antes de decidir por uma franquia, é preciso verificar se ela atende aos objetivos definidos, uma vez que escolher o negócio certo aumenta as chances de sucesso. Ser um franqueado é ser um empreendedor que detém o direito de uso de uma marca já estabelecida, por meio de contrato firmado com o franqueador (aquele que desenvolveu o negócio e o transformou em franquia).

Antes de tomar a decisão de obter uma franquia, é preciso analisar a saúde econômico-financeira da rede e suas finanças pessoais. Não basta escolher as franquias mais lucrativas ou conhecidas, é preciso fazer uma análise do negócio para verificar a compatibilidade com o perfil do empreendedor.

Alguns itens importantes a serem considerados:

  • A sua capacidade de investimento.
  • As habilitações exigidas.
  • A quantidade de tempo que terá disponível para se dedicar.
  • A disponibilidade na sua região.
  • A sua afinidade com o ramo do negócio e com a marca.
  • Pontos que considere importantes, como o reconhecimento da marca.

Links úteis

Escritório em casa

Começar o negócio em casa é uma boa alternativa para quem tem poucos recursos para iniciar ou atuar em uma atividade que pode ser exercida de qualquer lugar. O escritório em casa, ou home office, permite que o profissional venda ou prepare seus produtos e serviços em um endereço residencial, o que reduz os custos de manutenção da empresa e de transporte.

 

Antes de optar pelo escritório doméstico, o empreendedor deve verificar se a legislação permite a realização da atividade em questão no ambiente residencial.

Estes são alguns dos setores que podem se beneficiar do home office:

Atuando em casa ou em um endereço comercial, o novo empreendedor deve ter em mente que o seu êxito dependerá de muito esforço, planejamento e definição concreta de metas, objetivos e lucros. Um escritório doméstico permite mais autonomia profissional, com menores custos, mas também apresenta desvantagens, como o preconceito do mercado formal. Clique aqui e saiba mais sobre as vantagens e as desvantagens do home office.

Empresa familiar

Empresas familiares são empreendimentos geridos por uma ou mais famílias, onde a sucessão do poder decisório é hereditária. Esse tipo de organização tem as suas vantagens, como a continuidade das diretrizes administrativas e as relações comunitárias e comerciais decorrentes de um nome respeitado. Por outro lado, mesmo quando a formação empresarial dos sócios é consistente, podem ocorrer situações que afetam negativamente a sobrevivência do empreendimento. Clique aqui e conheça os pontos fracos e fortes desse tipo de negócio.

Comércio eletrônico

Como estamos vivendo um momento de migração de compras do mundo físico para o digital, uma loja virtual pode ser um ótimo negócio. Mas o empreendedor deve ter em mente que a gestão de um e-commerce é bem diferente da de uma loja física, por isso é muito importante contar com ajuda profissional para não errar no início.

Fazem falta no e-commerce um plano de marketing com pesquisas fundamentadas, o investimento em plataformas de tecnologia de melhor qualidade, a ênfase no atendimento e o conhecimento do ambiente virtual. Sem preparo, diversos pequenos varejistas desistem cedo, normalmente por falta de planejamento e conhecimento das especificidades desse ramo.

Itens a considerar:

  • Proteção dos dados dos clientes.
  • Meios de pagamento.
  • Logística e tempo de entrega dos produtos.
  • Canal de atendimento ao cliente.
  • Plataforma rápida e segura.

Links úteis:

Cooperativa e Associação

Cooperativas

A empresa cooperativa é uma sociedade cujo objetivo principal consiste na prestação de serviços ou no desenvolvimento de produtos. A sua finalidade é colocar os produtos e serviços de seus cooperados no mercado em condições mais vantajosas do que eles teriam isoladamente. Desse modo, a cooperativa pode ser entendida como uma “empresa” que presta serviços aos seus cooperados.

A cooperativa pode ser dirigida e controlada pelos próprios associados, que participam do planejamento e têm vantagens na obtenção de crédito, com menor custo operacional em relação aos bancos. Identificação do público-alvo e parcerias, avaliação de viabilidade econômico-financeira e filiação à cooperativa central são algumas fases do processo. Clique aquisaiba como constituir uma cooperativa.

Associações

A associação reúne pessoas físicas ou jurídicas com objetivos comuns e que, juntos, podem superar dificuldades e gerar benefícios para si. A união aumenta as oportunidades e amplia as condições para o grupo alcançar aquilo que deseja.

O grupo interessado em criar uma associação deve estar ciente das responsabilidades individuais e coletivas. Clique aqui e veja as sugestões do Sebrae para organizar associações.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora