this is an h1

this is an h2

Fri Dec 02 22:55:33 BRT 2022
Mercado e Vendas | PREÇO
Como aumentar o lucro da minha empresa, sem aumentar o preço?

Com criatividade e estratégia, é possível melhorar o resultado do seu negócio sem precisar mexer no preço.

· 29/11/2022 · Atualizado em 02/12/2022
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Parece que essa é a pergunta de milhões, não é mesmo? Um dos grandes desafios dos gestores é equilibrar o produto ou serviço com o valor que o consumidor deseja gastar. Aumentar o resultado do negócio está diretamente relacionado com esta equação.

Desenvolver estratégias para melhorar o resultado, e não precisar mexer no preço, requer muita criatividade e estratégia. Mas como fazer isso na prática? Confira a seguir as dicas que preparamos, inspiradas no vídeo do Sebrae SP, para você usar já!

O segredo da boa venda começa pela boa compra! A primeira dica para aumentar o lucro da sua empresa é a gestão de fornecedores. Pesquise sempre e busque desenvolver parcerias. Com um fornecedor parceiro, fica mais fácil obter negociações justas. 

Venda mais para seus clientes. Uma estratégia que pode ajudar a melhorar os lucros é aumentar o ticket médio das compras, ou seja, vender para o seu cliente mais do que ele costuma comprar. E, para isso, você não precisa mexer no valor dos produtos. 

Para aumentar o tíquete médio, você pode melhorar a exposição dos produtos, agrupando-as conforme o perfil de consumo e não conforme o tipo de produto. Também é possível criar kits com mais de um produto. No combo, você pode oferecer produtos de margens diferenciadas, tornando o resultado mais interessante para você e para o cliente. E, sempre que puder, ofereça frete grátis acima de determinados valores. 

Desenvolva estratégias de fidelização. Muitas empresas preocupam-se em ter novos clientes, mas é fundamental reter os antigos. Isso porque vender novamente para um mesmo consumidor é muito mais barato do que conquistar novos públicos.

Um estímulo para que seus clientes continuem se relacionando com a sua empresa é focar em um bom atendimento pós-venda. Será um estímulo para que seus clientes continuem se relacionando com a sua empresa, e cria aberturas para novas vendas. Além disso, o pós-venda pode desenvolver estratégias de retenção, como programas de fidelidade ou descontos para filiados. O atendimento no pós-venda não pode ser negligenciado e, para isto, treinamento é a chave do sucesso. 

Uma equipe capacitada atende melhor e vende melhor também. Entretanto, apenas a capacitação não aumenta o engajamento da equipe. Os colaboradores devem ser tratados com o mesmo cuidado que você espera que eles tenham com o cliente. Um funcionário feliz será mais comunicativo e proporcionará uma experiência de qualidade para o cliente. Uma boa gestão contribui diretamente para aumentar a produtividade da equipe.

O pós-venda bem-feito poderá fornecer dados muito importantes que contribuem para identificar as falhas e os gargalos de produção. Aqui, o radar deve funcionar para eliminar os entraves que atrapalham o cotidiano das operações. O primeiro passo aqui é ter clareza de onde a empresa está falhando. Você pode não saber a solução, porém, deve saber qual é o problema.

Venda para novos clientes

Aumentar a carteira de clientes é o objetivo de qualquer empresa, né? Mas existem formas mais produtivas e baratas de atrair novos clientes. Já pensou em fazer parceria com alguma marca que complemente a sua? Imagine a possibilidade de apresentar seus clientes para outra marca e, em troca, também conhecer os clientes dela.

As parcerias entre marcas e lojas têm sido uma excelente alternativa para conhecer novos clientes. E o melhor disso é que você terá acesso a pessoas que já vêm com referência.

Outra dica bacana para vender para novos clientes é desenvolver novos canais de vendas. Que tal divulgar seus produtos nas redes sociais e nos marketplaces? Os canais de vendas on-line são um mundo de oportunidades. O marketplace é uma excelente alternativa para quem quer lançar-se no e-commerce, porém não está muito familiarizado com tecnologia.

Para quem não sabe a diferença entre os termos, podemos simplificar: o e-commerce é a loja de uma empresa no ambiente digital, e o marketplace é o shopping center virtual, reunindo produtos de diferentes marcas. O marketplace pode ser o pontapé inicial que o empreendedor precisa para se lançar no ambiente virtual. 

Na verdade, o mundo virtual não pode mais ser ignorado por nenhuma empresa. Seja lá qual for o tamanho do empreendimento. O mundo digital invadiu a vida das pessoas durante a pandemia de covid-19 e decidiu ficar. Afinal, quem experimentou a facilidade da compra on-line não deixará de lado esse conforto. Com um clique, é possível selecionar produtos, comparar preços e efetuar pagamentos. E, rapidamente, receber aquele pacote de alegria em casa! Fácil, rápido e prazeroso!

Aumentar o lucro da empresa em tempos de crise é um tremendo desafio e requer o uso de estratégias bem pensadas. Procure o Sebrae mais próximo, pois nós podemos te ajudar!

FAVORITAR
Botão favoritar

 

Participe das comunidades temáticas Sebrae no Telegram.


Acesse o portal de notícias Todo Dia Sebrae


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora