this is an h1

this is an h2

Sun Apr 09 00:34:23 BRT 2023
Mercado e Vendas | MARKETING ESTRATÉGICO
Descubra o layout perfeito para a sua loja

Está com dúvidas sobre como resolver o layout da sua loja? Quer saber como montar o layout perfeito e vender mais?

· 24/03/2023 · Atualizado em 09/04/2023
Imagem de destaque do artigo
FAVORITAR
Botão favoritar

Inspirados pelo conteúdo da especialista Kaká Ribeiro, selecionamos algumas dicas para você entender o conceito de ponto focal e trabalhá-lo na sua  loja. 

Um layout de loja apropriado e eficiente é essencial para o sucesso de qualquer negócio de varejo. Isso porque um layout bem projetado pode influenciar significativamente o comportamento do consumidor dentro da loja. Ele pode ajudar a atrair a atenção dos clientes para produtos específicos, melhorar a experiência do cliente e aumentar a probabilidade de compra. Além disso, um layout adequado também pode melhorar a eficiência operacional da loja, aumentando a produtividade da equipe de vendas e reduzindo o tempo de espera dos clientes. O layout deve levar em consideração o tipo de produto oferecido, o perfil do cliente, o tamanho da loja e outros fatores relevantes. Portanto, investir na criação de um layout de loja apropriado é um investimento importante e pode trazer grandes benefícios para o negócio.

O primeiro passo para compreender como será o layout da sua loja é definir a correlação dos seus produtos. Mas, o que seria isso? Na verdade, trata-se de pegar o seu mix de produtos e definir o agrupamento deles. Por exemplo, quem vai ficar do lado de quem. Pode ser as meias ao lado da roupa íntima, ou pode ser as mochilas ao lado dos sapatos, ou até mesmo na frutaria, que fruta vai ficar perto de qual. Dessa forma, estamos criando o que chamamos de macrozoneamento do seu layout.

O segundo passo é identificar as zonas quentes e frias no interior da sua loja, que podem ser classificadas em platina, ouro, prata ou bronze. Independente do formato da sua loja, essas zonas já existem. A zona de platina e de ouro, que são as mais quentes, geralmente ficam na parte frontal da sua loja, e as mais frias, a bronze e a prata, ficam mais afastadas, mais ao fundo. Mas, qual é o seu grande desafio sabendo disso? É justamente fazer com que o seu cliente circule por todo o interior da sua loja, passando de uma zona para outra, fazendo a jornada completa. Mas, como você pode fazer isso? Distribuindo seus produtos do interior da sua loja de forma estratégica, para que o cliente circule naturalmente de forma inteligente. 

Por exemplo, na zona prata e bronze, você pode, posicionar produtos de primeira necessidade ou de marcas líderes. Já na parte frontal, na platina ou ouro, você pode colocar lançamentos e liquidações justamente para convidar o seu cliente a entrar no interior da sua loja. 

Mas, você pode testar a aplicação de liquidação e promoções na zona de bronze, justamente para estimular o seu cliente a ir até o fundo da sua loja.

Existem lojas que colocam a liquidação no fundo da loja porque preferem colocar os lançamentos na zona de platina. Então, você precisa entender que é necessário que você aplique e observe o que funciona melhor para os seus clientes. 

Coloque o mix de produtos da sua loja no interior dela de forma inteligente e observe como o seu cliente se comporta, como ele faz a transição de uma zona para outra. 

Agora, um grande erro é justamente não estabelecer prioridades e querer posicionar tudo na zona quente, na zona de platina. Nesta pequena área, existe outra zona chamada de zona de descompressão, e é justamente nesse pequeno espaço que você não vende nada. Existem estudos do comportamento do consumidor que demonstram que, antes do cliente entrar no interior da sua loja, ele precisa de alguns segundos para compreender o seu espaço físico. E se você faz uma exposição muito pesada com muitos produtos nessa área, o consumidor se sente perdido, confuso e sobrecarregado de informações. 

Preze por uma exposição dinâmica e inteligente do posicionamento dos seus produtos no interior da sua loja. 

O terceiro passo é definir a posição dos equipamentos. São eles que te ajudam e te  auxiliam a definir a circulação do seu cliente dentro da loja. Por exemplo, provadores e balcão do caixa, geralmente, são posicionados no fundo da loja, justamente porque são equipamentos de destino, ou seja, eles forçam o cliente a caminhar até o fundo da loja, porque o consumidor precisa utilizar esses equipamentos. 

Outro fato importante é que, a posição da sua porta de entrada e o formato da sua loja geralmente te dão dicas de como você vai aplicar esses equipamentos de solo, como a mesa de atendimento, table display, araras etc. Se você tiver uma loja em que a entrada é central, e a sua loja é mais estreita e alongada, certamente os seus equipamentos de solo estarão posicionados mais ao centro, formando grandes corredores nas duas laterais. A questão é que você precisa entender a jornada do seu cliente, colocar-se no lugar dele e pensar como será o caminho que ele fará na sua loja, como tornar o trajeto mais atraente e confortável. Isso reflete-se na circulação, que precisa ser acolhedora, e também na maneira que você expõe o produto, optando por uma distribuição dinâmica e nada monótona.

Quarto passo, criar pontos focais. Esse é um ótimo recurso para estimular a circulação do seu cliente e deixar a jornada dele bem mais interessante. A missão de um ponto focal está diretamente conectada à linha de visão que é criada a partir dos equipamentos posicionados no interior da sua loja. Por exemplo, se você tem uma loja que a porta de entrada é central, e você coloca seus equipamentos de solo nas laterais, abrindo um grande corredor, você está criando uma linha de visão direcionada para o fundo da loja. Ou seja, criando um ponto focal. As áreas de ponto focal são zonas quentes, que merecem a sua atenção, trabalhe com uma iluminação diferenciada, um manequim, um banner ou algo que traga a atenção do consumidor. 

É muito importante que seus equipamentos de solo não se tornem obstáculos para o seu cliente, impedindo que ele toque, prove e experimente o seu produto. Agora é hora de você observar o interior da sua loja e verificar se existe alguma situação parecida que esteja impedindo o seu cliente de se aproximar do produto ofertado. 

Aproveite e acesse os conteúdos que separamos para você:

Dez dicas para melhorar o visual de sua loja (Cartilha).

O ponto de venda, conhecido também como PDV, é o local onde o consumidor passa pela experiência de compra, encanta-se com o produto e torna-se fã de sua marca. Portanto, é necessário que o cliente ou potencial cliente sinta-se atraído ao entrar em sua loja, e fique satisfeito dentro dela. Pare que isso aconteça, planejamento e ação são fundamentais. Esta cartilha traz dez dicas para que a sua loja torne-se tão atrativa quanto vendável.

Potencialize suas vendas entendendo a jornada do consumidor. (Curso

Entenda o que é inteligência comercial, caminhe passo a passo na jornada do consumidor e descubra como e por que as pessoas compram.

Essas foram algumas dicas para você compreender a melhor estratégia de layout para a sua loja. O Sebrae tem muitos vídeos, artigos e cursos que podem te ajudar. Acesse o site ou procure a agência mais próxima.

FAVORITAR
Botão favoritar

 

Participe das comunidades temáticas Sebrae no Telegram.



O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

FAVORITAR
Botão favoritar
Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora